Batalha de 30 anos fez o rio renascer

Trinta anos atrás quando questões sobre ecologia eram sequer abordadas, eu via como absurdo que o nosso principal rio servisse como canal para escoamento de dejetos. Nessa mesma época criei um movimento chamado “Luto pelos Rios”. Foi “um grito” em favor da construção de uma estação de tratamento de esgotos. A causa ganhou a simpatia de vários setores e entrou na pauta dos políticos. Reuniões e mais reuniões aconteceram nos anos 90 e 2000 e eu sempre repetia que não dava para esperar.

ETE é uma das mais modernas das Américas

O impulso veio com a ação do Ministério Público, que exigiu uma ETE da Sabesp. Porém, as obras que finalmente se iniciaram em 2007, sofreram interrupções e custavam a deslanchar. Denunciei a paralisia e os atrasos inexplicáveis. Foi só em 2012 que a obra andou de verdade e dois anos atrás foi inaugurada. A estação está entre as mais modernas da América Latina e isso permitiu ao rio renascer. A água já melhorou muito e sua qualidade continua aumentando. E possivelmente ainda nos orgulharemos de ver peixes dentro dele.