Cobranças duras para o gás não ficar no blábláblá

Pouca gente se lembra, mas o gás encanado foi anunciado como um benefício que estaria disponível em seis meses. Isso foi no início de 2014, ano de eleições para deputado. Cabia bem agradar o eleitor com promessas eleitoreiras. Só que justamente para impedir que as pessoas fossem ludibriadas com promessas quase impossíveis de se cumprir, duvidei publicamente e alertei que o gás não chegaria no estalar de dedos como se fazia crer. Mencionei que essa obra era algo mais complexo de se fazer. Pelo jornal e pelo facebook eu dizia que não dava para fazer algo tão complicado em tão pouco tempo.

Festival de atrasos

Os acontecimentos mostraram que eu estava certo. O prazo mudou de 2014 para o começo de 2015, depois pulou para o meio do ano e só vários meses à frente é que o trabalho começou. O fato é que a Comgás, uma empresa seríssima, deve ter sentido os respingos das minhas críticas referentes aos prazos.Como foi envolvida nessa situação, na minha opinião, para uso político, acabou se sentindo na obrigação de oferecer o gás a todos e é o que ela fez.

Muitas promessas, mas não existia contrato

Incertezas do local de armazenagem do gás